Aquários para peixes
 
   Cães
   Cães
   Raças de cães
   Cuidados e alimentação

   Gatos
   Os gatos
   Raças de gatos

   Cavalos
   Os cavalos
   Raças de cavalos

   Mamíferos
   Coelhos
   Elefantes
   Esquilos
   Hamsters
   Lobos
   Macacos
   Morcegos
   Ursos

   Mamíferos marinhos
   Baleias
   Focas
   Golfinhos
   Orcas

   Felinos
   Leões
   Leopardos
   Linces
   Tigres

   Répteis
   Crocodilos
   Iguanas
   Serpentes
   Tartarugas

   Mundo marinho
   Peixes
   Os peixes
   Cuidados de peixes
   Aquários para peixes
   Tipos de aquários
   Imagens de peixes
   Peixes tropicais
   Arraia
   Peixe-espada
   Peixe-palhaço
   Sistema circulatório
   Sistema digestivo
   Sistema nervoso
   Sistema reprodutor
   Tubarões

   Aves
   Águias
   Pássaros
   Pinguins

   Insectos
   Borboletas
   Formigas

   Animais
   Animais famosos
   Cuidados de animais
   Curiosidades sobre animais

   Imagens
   Desenhos
   Fotos
   Fundos de Ecrã
   Imagens graciosas
   Gifs animados


Aquários para peixes
57

Aquários para peixesAntes de mais, quanto vamos pôr peixes no aquário, devemos seguir umas coisas. É recomendável introduzir o saco fechado com água no aquário sensivelmente meia hora. Depois devemos abrir a bolsa e metemos um pouco de água no aquário, repetindo isto 2 vezes com um intervalo de 15 minutos. Fazendo estes passos, deixamos sair os peixes do saco, sem pressas.

Quando queremos meter no mesmo aquário distintas espécies de peixes e plantas, devemos ter em conta vários factores para ter existe pois trata-se de um processo complicado. Se conseguirmos que a população de peixes e plantas se mantenha e que se reproduzam entre eles, teremos obtido um equilíbrio e resultado excelente.

Aqui damos alguns conselhos, apesar de não existir uma técnica infalível para que o teu aquário será produtivo. A escolha dos peixes é importante. Deve-se ter em conta as suas características e compatibilidade na altura de conviver no mesmo aquário. Devemos ter em conta factos como as necessidades de certas características na água, como o pH, a temperatura, etc. Também devemos considerar as necessidades alimentares das espécies escolhidas.

Em relação ao tamanho do aquário, melhor quanto maior for, apesar de algumas limitações. Não é recomendável que a altura supere os 60 cm de altura, principalmente devido à pressão exercida pela água. É também mais incómodo manter tal aquário limpo.

A decoração é algo que pode ser menos importante à vista das pessoas, mas influência nas condições dos peixes. Por exemplo, para peixes de água salgada recomenda-se introduzir sal marinho e rochas com o fim de endurecer a água, o que reduz a possibilidade de introduzir plantas sobre o mesmo aquário.

A iluminação é outro factor a ter em conta, assim como os filtros de água, devido ao facto de haver espécies de peixes que necessitam de maiores níveis de oxigénio. Uma regra que podemos seguir é a de por cada centímetro de peixe, pomos um litro e meio de água, apesar de algumas espécies precisarem de muita mais água.

Imprimir artigo Enviar artigo
Tags:   aquários, mundo marinho, peixes
Contacto MundoEntrePatas.com. O teu portal sobre os animais: cães, gatos, esquilos, coelhos, hamsters...
Condições de uso